Operação em Campo Verde resulta em mandados cumpridos e pichações de facções apagadas

596 0
De: Prefeitura Municipal de Campo Verde

A Secretaria Integrada de Apoio à Segurança Pública de Campo Verde atuou em uma operação contra o crime organizado, realizado pela Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil na cidade e também em Primavera do Leste.

A Operação Integrada Ordem Pública resultou no cumprimento de três mandados de busca e apreensão em Campo Verde, entre os quais uma pessoa foi presa em flagrante, pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e receptação.

Além disso, em Primavera do Leste, três pessoas foram presas e oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Em Campo Verde, a Secretaria Integrada de Apoio à Segurança Pública atuou em parceria com a operação, apagando inúmeras pichações feitas por facções criminosas pelos bairros da cidade, destacando a sensação de segurança necessária à população.

“Trabalhamos nessa parte da ordem pública, tirando toda essa simbologia da violência que ainda marca as ruas e muros na nossa cidade”, explicou a secretária Viviane Bernardino Ferreira.

Operação Ordem Pública

A Operação Ordem Pública tem como objetivo o combate aos crimes de tráfico de drogas, homicídios, roubos, furtos e apologia ao crime, envolvendo membros de facções criminosas. De acordo com o comandante do 11º Comando Regional, coronel PM Fábio Luiz Bastos, ao menos 12 pontos de pichações alusivas ao crime já foram identificados na primeira fase da operação e passarão por limpeza ao longo do dia.

“Querendo ou não, esse é um marketing que as organizações criminosas fazem e que nós iremos apagar e paralelo a isso, fazendo todo um policiamento ostensivo com patrulhamento, saturação, abordagens, bloqueios que vão estar sendo realizados o dia todo direcionados aos bairros que possuem maior influência destas facções”, explicou o coronel da Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) também realiza, nestes bairros já levantados pela operação, fiscalizações nas edificações, vistoriando possíveis locais de risco, verificando se estão de acordo com a legislação de segurança contra incêndio e pânico, além do atendimento pré-hospitalar caso se faça necessário.

Além das polícias Militar, Civil e do Corpo de Bombeiros, também compõem a operação o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), o Sistema Penitenciário, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), além das inteligências e forças especializadas de cada instituição, a exemplo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Cavalaria da PM.