Empresário líder de esquema em licitação de transporte é preso após 2 meses foragido em MT

231 0
Por G1 MT
O empresário Éder Augusto Pinheiro, alvo da operação Rota Final, da Polícia Civil, foi preso na manhã deste domingo (25) após se apresentar na sede da Gerência Estadual de Polinter e Capturas, em Cuiabá — Foto: Facebook

O empresário Éder Augusto Pinheiro, alvo da operação Rota Final, da Polícia Civil, foi preso na manhã deste domingo (25) após se apresentar na sede da Gerência Estadual de Polinter e Capturas, em Cuiabá.

Éder, que atua no ramo do setor de transportes, era considerado foragido há dois meses e estava com a prisão preventiva decretada. Ele é apontado pela Polícia Civil como líder de uma organização criminosa alvo da operação em maio.

A reportagem não conseguiu contato com o advogado dele.

As investigações que desencadearam na operação apuraram crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude à licitação do setor de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso (STCRIP-MT), promovida pela Secretaria de Infraestrutura do Estado de Mato Grosso e Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT).

A ordem de prisão preventiva foi expedida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso na terceira fase da operação Rota Final.

O empresário estava foragido há aproximadamente 60 dias e durante o período tentou revogar a ordem de prisão na Justiça, sofrendo duas derrotas no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e uma no Superior Tribunal Federal (STF).